segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

SÃO PAULO 456

Ela é um grande paradoxo. Ao mesmo tempo em que acolhe, maltrata. É linda e feia, verde e cinza. Nos orgulhamos de seu gigantismo, de seus números exagerados, mas praguejamos contra seu trânsito caótico.

Vivemos na maior cidade do hemisfério sul, onde a solidão existe e pode ser extremamente cruel. Onde estão as grandes oportunidades e imensas desigualdades. É aqui que escolhi para viver – ou pela qual fui escolhido?

Às vezes me pego pensando em viver uma vida mais tranquila, no litoral, daqui alguns anos... mas, acho que não estou preparado para tanto sossego. São Paulo é um misto de amor e vício, sensatez e insanidade. Está longe de ser o lugar ideal pra se viver, mas eu adoro. E merece todas as nossas homenagens. PARABÉNS SÃO PAULO!


2 comentários:

Montanha disse...

"São Paulo é um misto de amor e vício, sensatez e insanidade".Esta é a melhor frase que traduz São Paulo. Muito boa mesmooooooooo!!!!!

Tenho vontade de morar fora do país ou me aconchegar em algum litoral, mas, depois de alguns minutos, vejo o quanto é dificil abandonar esta terra.

Parabéns João e Viva São Paulo!!!!

Montanha

Debora Cord. disse...

Olá João,
Bom gostei do texto, mas páárticularmente, não aguento mais SP. Só estou aqui pra acabar a faculdade.
Quero sim ir para o interior, onde ainda há lugar para inovar, trabalhar com vigor e viver de verdade. São Paulo pode ter todo o seu encanto, mas não é mais possível sobreviver aqui.
Se praguejamos o transito e ainda assim vivemos aqui, é porque isso é comodo e eu não consigo me acomodar...
Abraço e saudades!!
Debora